Uma cidade eletrizante

Las Vegas é eletrizante. Literalmente. Nunca havia estado num lugar onde não se pode encostar em nada, nem na pessoa ao seu lado, sem correr risco de levar um choque. A explicação para um leigo é simples: tamanha a quantidade de luminosos, etc, faz a cidade ficar eletrizada. Não sei se há alguma relação entre um fato e outro; o fato é que apenas algumas horas em Las Vegas foram suficientes para eu e o grupo que me acompanhava percebermos que apertar o botão do elevador, encostar em alguém acidentalmente numa caminhada ou dar um beijo podia significar... um choque. É muito curioso e inevitável: leva-se choque a todo momento.
Apesar disso (e isto é apenas um detalhe), Las Vegas é uma daquelas cidades inesquecíveis. Uma jóia no meio do deserto. Não tem nenhum grande museu, não tem nenhum monumento histórico, nada disso. Não é para isso, porém, que se vai a Las Vegas. Lá é a cidade do jogo, dos cassinos, dos grandes shows. Não é só isso. Vale a pena caminhar pela cidade e conhecer suas peculiaridades.
Principal atração de Las Vegas, os cassinos valem a viagem por si só: mais que um lugar, são uma sensação. Hospédesse em um e conheça todos os outros. Você verá senhoras endinheiradas chegando solitárias em seus carrões, caubóis de chapéu em carros não menos vistosos, jovens e senhoras andando de patins e biquínis para atender as pessoas nas salas de jogos, crupiês compenetrados, tentando derrotá-lo...

PS: ah, de preferência vá a Las Vegas de carro. Cruzar o deserto de Nevada, passar por cidadezinhas que parecem fantasmas é um show e parte. E, obviamente, não deixe de fazer suas apostas. Quem sabe, com um pouco de sorte, você não vira o milionário da noite?

Obs: a foto que ilustra esta postagem foi retirada do site
www.uol.com.br

Um comentário:

Silvia Saraiva disse...

Nossa... estava visitando seu blog (super legal) quando vi o primeiro post sobre Las Vegas!

Adoraria conhecer o novo show do Cirque Du Soleil inspirado em Elvis Presley a ser lançado no próximo ano em... Vegas!

Boa escolha.

Sil Saraiva
http://mensagemdetexto.blogspot.com