Os metrôs


Para um turista, o metrô foi uma das melhores invenções do século. Claro que caminhar pelas ruas ainda é a forma mais eficiente de conhecer e captar a alma de um lugar. Em grandes cidades, porém, não custa uma ajudinha para nos levar rapidamente de um ponto a outro.
Há tempos, porém, os metrôs deixaram de ser simplesmente um meio de locomoção. Sim, a função principal deles ainda é transportar milhares - em muitos casos milhões - de passageiros diariamente, geralmente pessoas tão apressadas quanto os próprios vagões. E foi justamente em razão dessa multidão que os metrôs acabaram ganhando funções secundárias. Viraram, por exemplo, espaços de arte.
Sempre que viajo, divirto-me nos metrôs. Eles revelam muito da alma de uma cidade, seja pela arquitetura, pela conservação (ou não), pela eficiência (quase sempre presente), pelos nomes das estações. Ah, os nomes das estações... Tenho algumas manias (seriam transtornos obsessivos compulsivos?) e uma delas é ficar lendo tudo o que me passa à frente. Portanto, as estações do metrô não escapariam à minha observação. Praticamente decorei as estações de Madri, onde andei por mais de um mês. Em Paris, minha mania de ficar lendo os nomes das estações de um lado a outro chegou a gerar um mal-estar com um amigo - em razão do silêncio momentâneo fruto da minha concentração nas estações, ele achou que eu estava chateado com algo.

***
Já não é novidade dizer que se tem algo eficiente em São Paulo é o metrô. Sim, o metrô paulistano não deixa nada a desejar aos demais (a não ser na extensão das linhas, ainda uma vergonha, dez vezes menor que as de Londres e Paris, por exemplo, mas isto é uma questão dos governos). Até no campo arquitetônico e artístico o metrô da Capital paulista se iguala aos demais.
Portanto, se você é um daqueles passageiros apressados que sequer observa o que se passa ao lado, comece a prestar mais atenção ao metrô. Você verá belas construções, manifestações artísticas (incluindo os cantores latinos - sim, eles estão por todo canto do mundo!), figuras excêntricas, gente indo e vindo... Se bobear, conseguirá até embarcar...

Em tempo: a bela estação cujas fotos externa e interna ilustram esta postagem fica em... São Paulo. É a do Ipiranga.

Nenhum comentário: