Uma viagem pelas paisagens de Waite

Nem sempre é possível viajar no sentido literal. Nesses casos, um lugar pode ser conhecido por meio de um relato, de um livro ou de uma foto. Cada uma dessas formas de "viagem" contêm suas peculiaridades e seus charmes. Quem nunca se encantou por um lugar ao folhear as páginas de um livro? Quem nunca se viu no Rio de Janeiro do século 19 ao ler Machado de Assis?
No caso das fotos, o componente imaginário perde-se um pouco ante o realismo da imagem. Ainda assim, é possível manter a poesia e o encanto. É mais ou menos isso que faz o fotógrafo inglês Charlie Waite. Nascido em 1949, ele consagrou-se pelas imagens de paisagens, em que mistura luz e sombra, fruto de sua experiência com iluminação teatral e design.
Waite já expôs em Londres, Tóquio, Nova York, Sydney, Melbourne e Brisbane. É autor de 27 livros sobre o Reino Unido, França, Itália, Espanha e Alemanha, todos exclusivamente de fotografia. Ele também especializou-se em ensinar e estimular novos fotógrafos por meio de uma série de projetos.
Para quem deseja mais informações, acesse o site oficial dele clicando aqui. Lá é possível ver uma série de fotos, todas belas. Alguns exemplares ilustram esta postagem.

Nenhum comentário: